Navigation Menu+

Salmos 51

Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias. Lava-me completamente da minha iniqüidade, e purifica-me do meu pecado.
Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.

Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares. Eis que em iniquidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe. Eis que amas a verdade no íntimo, e no oculto me fazes conhecer a sabedoria. Purifica-me com hissopo, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve.

Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste. Esconde a tua face dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniqüidades. Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto.
Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo. Torna a dar-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.

Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão. Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua louvará altamente a tua justiça. Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca entoará o teu louvor. Pois não desejas sacrifícios, senão eu os daria; tu não te deleitas em holocaustos.

Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus. Faze o bem a Sião, segundo a tua boa vontade; edifica os muros de Jerusalém. Então te agradarás dos sacrifícios de justiça, dos holocaustos e das ofertas queimadas; então se oferecerão novilhos sobre o teu altar.

 

Explicação

Salmo 51 está associado a uma das experiências mais difíceis da vida de Davi, o seu caso com Bate-Seba. E um dos vários salmos de Davi em que o título especifica o incidente que inspirou o poema. O relato do pecado de Davi e a censura de Natã estão em 2 Samuel 11 e 12.1-15.

A resposta de Davi a Natã foi imediata: Pequei contra o Senhor (2 Sm 12.13). Algum tempo depois, ele escreveu esse memorável salmo penitenciai. A estrutura do poema é a seguinte: (1) apelo à misericórdia de Deus, no contexto da confissão de Davi (v. 1,2); (2) reconhecimento de que o pecado de Davi fora contra o Senhor (v. 3,4); (3) confissão de Davi de que o pecado permeava o seu ser (v. 5,6); (4) uma série de pedidos de perdão (v. 7-13); (5) voto de louvor pelo pecador perdoado (v. 14, 15); (6) declaração sobre o sentido da adoração verdadeira (v. 16,17); (7) pedido a Deus para que restaure a sorte de Seu povo (v. 18,19).

 

Senhor tenha misericórdia de mim!

Deixe seu comentário

%d bloggers like this: