fbpx

Seis coisas que os ginecologistas sentem nojo em você, mas não querem te contar

Algumas profissões são verdadeiros desafios aos profissionais, por saberem exatamente o que vão ‘enfrentar’, tal como é o caso dos ginecologistas. Existem certas atitudes que podem deixar o ginecologista com um pouco de nojo e constrangimento.

Pensando nisso, separamos seis coisas que podem gerar ‘nojo’ no seu ginecologista. Veja a seguir:

1 – Não estar depilada na área genital

Os médicos têm como preferência, que as mulheres compareçam a consulta depiladas. Há quem prefiratirar tudo e acredita que assim seja mais higiênico, há também quem opte por algo mais “naturalista” e acredita que os pelos servem para proteção. Existe também o meio termo, mulheres que apenas aparam. Escolha uma opção estética e higienicamente correta.

2 – Não pretenda saber tudo no momento da consulta

Não precisa dizer ao médico que pesquisou sobre as suas suspeitas na internet, afinal somente você está consultando um profissional da área para realizar um diagnóstico, lhe indicar os exames a serem feitos e o melhor tratamento para a sua condição.

3 – Nada de desculpas

É frequente em pacientes quando o ginecologista indica um tratamento ou um exame importante, e fica lhe dando desculpas. Se ele pediu, é importante que faça.

4 – Não esconda informações

Eles não podem fazer um diagnóstico clínico assertivo se você ficar escondendo informações. É essencial ser sinceros com o ginecologista que está lhe atendendo. Toda informação pode ser valiosa para a eficiência do tratamento.

5 – Não culpe os hormônios

Muitas mulheres acabam culpando os hormônios por tudo o que acontece n sua região íntima comprometendo-a de alguma forma.

6 – Mantenha a sua área intima com higiene

Acontece de haver alguns ginecologistas que sentem nojo de feridas, odores e corrimentos, porém, não são todos. Vale ressaltar que eles já são preparados para encarar qualquer tipo de situação, mas você precisa ajudar na higiene, pois é a sua responsabilidade.